Educação Especial Inclusiva em Tempos de Covid-19: Desafios para a Docência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2023v24n4p538-545

Resumo

A pandemia COVID-19 impôs o isolamento social e forçou os professores a atuarem de forma remota, mesmo na educação especial, na perspectiva dos professores. O objetivo desse estudo foi analisar as repercussões do ensino remoto para a educação especial pública no estado do Paraná. Realizou-se um estudo descritivo, transversal e quantitativo na rede pública de ensino do estado do Paraná, Brasil. Participaram 323 professores do Atendimento Educacional Especializado do ensino fundamental II, por meio de questionário eletrônico, via Formulários Google disparados pelos Núcleos Regionais de Educação por meio de e-mails e nos grupos de Whats app. Para análise dos dados, foi utilizada estatística descritiva com teste qui-quadrado com nível de significância de 5%. Verificou-se que esse período foi desafiador para os docentes, principalmente sobre a adaptação da rotina e o uso de novas tecnologias (61%) no ensino remoto. Evidenciou-se que muitos alunos não possuíam tecnologia adequada para as aulas (72,1%); houve falta de interesse dos estudantes nas aulas remotas; como também a falta de acompanhamento dos pais; as capacitações dos Núcleos regionais de educação não foram padronizados no estado. Diante desses achados, para contribuir para o enfrentamento de problemas e lacunas que a pandemia trouxe para a educação especial, é essencial a elaboração de estratégias para o apoio educacional no período pós-pandêmico e no enfrentamento de novas pandemias.

Palavras-chave: Inclusão Escolar. Isolamento Social. Pandemia.

Abstract
The COVID-19 pandemic imposed social isolation and forced teachers to work remotely, even in special education, from perspective’s teachers. The objective of this study was to analyze the repercussions of remote teaching for public special education in the state of Paraná. A descriptive, cross-sectional and quantitative study was carried out in public schools from Paraná, Brazil. So, 323 teachers from the Specialized Educational Service of elementary school II participated, through an electronic questionnaire, via Google Forms triggered by the Regional Education Centers through emails and in Whats app groups. For data analysis, descriptive statistics were used - chi-square test with a significance level of 5%. It was found that this period was challenging for teachers, especially regarding routine adaptation and the use of new technologies (61%) in remote teaching. It was evident that many students didn´t have adequate technology for classes (72.1%); there was a lack of interest from students in remote classes; as well as the lack of parental accompaniment; the qualifications of the regional education centers were not standardized in the state. In view of these findings, in order to contribute to facing the problems and gaps that the pandemic has brought to special education, it’s essential to develop strategies for educational support in the post-pandemic period and in the face of new pandemics.

Keywords: Mainstreaming Education. Social Isolation. Pandemic.

Biografia do Autor

Silvana Telma de Lima Fritoli, Universidade Estadual do Oeste do Paraná. PR, Brasil.

Mestre em Ensino. UNIOESTE.

Reinaldo Antonio Silva Sobrinho, Universidade Estadual do Oeste do Paraná. PR, Brasil.

Enfermeiro. Docente do Programa de Pós graduação em Saúde Pública e no Programa de Pós graduação em Ensino. UNIOESTE.

Neide Martins Moreira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná. PR, Brasil.

Enfermeira. Docente do Programa de Pós Graduação em Saúde Pública em Região de Fronteira. UNIOESTE.

Rosane Meire Munhak da Silva, Universidade Estadual do Oeste do Paraná. PR, Brasil.

Enfermeira. Docente do Programa de Pós Graduação em Saúde Pública em Região de Fronteira. UNIOESTE.

Downloads

Publicado

2024-01-03

Como Citar

FRITOLI, S. T. de L.; SILVA SOBRINHO, R. A.; MOREIRA, N. M.; SILVA, R. M. M. da; ZILLY, A. Educação Especial Inclusiva em Tempos de Covid-19: Desafios para a Docência. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, [S. l.], v. 24, n. 4, p. 538–545, 2024. DOI: 10.17921/2447-8733.2023v24n4p538-545. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/10764. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos