O Processo Imaginário de um Aluno com Transtorno do Espectro do Autismo nas Aulas de Educação Física

Autores

  • Rodrigo Barbuio Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. MS, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2024v25n1p60-65

Resumo

Resumo
Este estudo investiga o processo educativo de um aluno com Transtorno do Espectro do Autismo, com foco para suas aulas de Educação Física. Tem como objetivo compreender e interpretar o processo imaginário de um aluno com Transtorno do Espectro do Autismo durante suas aulas. A pesquisa se fundamenta de forma teórica e metodologicamente na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano, em especial, nas elaborações de Lev Semionovitch Vigotski sobre a constituição social do desenvolvimento humano e suas proposições sobre as condições de possibilidades de desenvolvimento de pessoas com deficiência. Ancora-se no método histórico-dialético e nos estudos biográficos ao trazer a narrativa como instância simbólica da linguagem e como instrumento de elaboração para a produção do trabalho empírico. A construção dos dados foi realizada em uma escola pública municipal de uma cidade de médio porte do interior do estado de São Paulo, durante o ano letivo de 2019, sendo esses dados registrados por meio de entrevistas narrativas. Os resultados apontam que o uso de atividades de imaginação e criatividade em alunos com Transtorno do Espectro do Autismo apresentam processos significativos para esses alunos. Ademais, os achados apontam que as decisões sobre as propostas pedagógicas não podem ser tomadas a priori, mas sim construídas na escuta desses alunos.

Palavras-chave: Educação Especial. Educação Inclusiva. Autismo. Educação Física.

Abstract

This study investigates the educational process of a student with Autism Spectrum Disorder, focusing on his or her Physical Education classes. It aims to understand and interpret the imaginary process of a student with Autism Spectrum Disorder during his or her classes. The research is theoretically and methodologically based on the cultural-historical perspective of human development, in particular Lev Semionovich Vygotsky's elaborations on the social constitution of human development and his propositions on the conditions of development possibilities for people with disabilities. It is anchored in the historical-dialectical method and in biographical studies, as it uses narrative as a symbolic instance of language and as an instrument of elaboration for the production of the empirical work. The data were collected in a municipal public school in a medium-sized city in the interior of the state of São Paulo, during the 2019 school year, and recorded through narrative interviews. The results show that the use of imagination and creativity activities in students with Autism Spectrum Disorder presents significant processes for these students. In addition, the findings indicate that decisions about pedagogical proposals cannot be taken a priori, but rather built on listening to these students.

Keywords: Special Education. Inclusive Education. Autism . Physical Education.

Downloads

Publicado

2024-03-14

Como Citar

BARBUIO, Rodrigo. O Processo Imaginário de um Aluno com Transtorno do Espectro do Autismo nas Aulas de Educação Física. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 60–65, 2024. DOI: 10.17921/2447-8733.2024v25n1p60-65. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/10562. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos