A Escolha Pela Trajetória Profissional de Professores das Redes Pública e Privada na Cidade de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2024v25n1p139-147

Resumo

Partindo da ideia de que a docência pode não ser uma escolha natural, mas sim o caminho encontrado pelos professores para conseguir ou manter uma posição no mercado de trabalho, o objetivo deste artigo é analisar a relação entre o perfil socioeconômico de professores que trabalham na rede pública ou rede privada na cidade de São Paulo e a escolha pela trajetória profissional. Com vistas a responder tal objetivo, os conceitos de Pierre Bourdieu direcionam nossa análise. Como hipótese, trabalhamos com a ideia de que o volume de capitais e disposições incorporadas ao habitus, proveniente dos variados campos sociais, orienta a trajetória e a posição que cada professor pode ocupar no campo profissional e, ainda, regular a hierarquia das posições no campo profissional pela desigual distribuição dos capitais. Como metodologia, por se tratar de uma pesquisa qualitativa com delineamento descritivo, optou-se pelo uso de questionário socioeconômico e escala de estresse no trabalho, utilizando como técnica para interpretação dos dados o método de análise de conteúdo, proposto por Laurence Bardin. Quanto à escolha dos sujeitos, pretende-se analisar o perfil socioeconômico de 12 professores da rede privada, 12 professores da rede estadual e 12 professores da rede municipal. Os resultados indicam que os docentes da rede privada possuem um perfil socioeconômico que difere dos professores da rede pública. Por fim, os conceitos de Bourdieu permitiram compreender que os professores da rede privada possuem um volume de capital herdado e disposições incorporadas ao habitus capaz de determinar a mecânica do campo profissional.

Palavras-chave: Perfil Socioeconômico. Formação Profissional. Retorno Econômico.

Abstract

Starting from the idea that teaching may not be a natural choice, but rather the path found by teachers to achieve or maintain a position in the labor market, the objective of this article is to analyze the relation between the socioeconomic profile of teachers who work in the public or private network in the city of São Paulo and their choice of professional trajectory. In order to answer this objective, Pierre Bourdieu's concepts direct our analysis. As a hypothesis, we work with the idea that the volume of capitals and dispositions incorporated into the habitus, coming from the various social fields, guides the trajectory and the position that each teacher can occupy in the professional field, and also regulates the hierarchy of positions in the professional field through the unequal distribution of capitals. As methodology, because it is a qualitative research with descriptive design, we chose to use socioeconomic questionnaire and work stress scale, using the content analysis method proposed by Laurence Bardin as technique for data interpretation. As for the choice of subjects, we intend to analyze the socioeconomic profile of 12 private network teachers, 12 state network teachers and 12 municipal network teachers. The results indicate that teachers from the private network have a socioeconomic profile that differs from teachers from the public network. Finally, Bourdieu's concepts made it possible to understand that private school teachers possess a volume of inherited capital and dispositions incorporated into the habitus capable of determining the mechanics of the professional field.

Keywords: Socioeconomic Profile. Professional Training. Economic Return.

Biografia do Autor

Felipe Lopes Terrão, Secretaria Estadual de Educação - SEE/SP. SP, Brasil.

Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no Programa de estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade. Mestre em Educação pelo programa Educação: História, Política, Sociedade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP (2016). Especialista em Atividade Física, Exercício Físico e os Aspectos Psicobiológicos pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (2010). Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2007). Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho (2014). Cursando Ciências Sociais no Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas

Downloads

Publicado

2024-03-14

Como Citar

TERRÃO, Felipe Lopes. A Escolha Pela Trajetória Profissional de Professores das Redes Pública e Privada na Cidade de São Paulo. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 139–147, 2024. DOI: 10.17921/2447-8733.2024v25n1p139-147. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/10554. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos