Escolas Sustentáveis e com Vida: Levantamento e Discussões das Práticas Ecopedagógicas Implementadas em Três Escolas Brasileiras

Autores

  • Erika Priscila Evangelista Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Curso de Ciências Biológicas. RJ, Brasil.
  • Telma Temoteo dos Santos Universidade de Pernambuco, PE, Brasil https://orcid.org/0000-0003-0250-3990

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2023v24n4p667-675

Resumo

A educação ambiental transitou das abordagens naturalista-conservacionista para uma visão socioambiental culminando em mudanças não apenas nos documentos das conferências ambientais como também naqueles que orientam os trabalhos das escolas. O presente estudo teve como objetivo examinar as experiências do Programa Escolas Sustentáveis implementadas na rede municipal de Osasco (SP), de João Pessoa (PB) e de Sobral (CE) no período em que se discutia a proposta de um novo paradigma de educação para a sustentabilidade no país, entre os anos de 2005 e 2014. O pressuposto que orientou a pesquisa é que a integração do espaço físico com o ambiente natural, a gestão democrática e um currículo atinente a realidade socioambiental, aspectos que definem a Escola Sustentável, contribuem para a melhor compreensão sobre os recursos naturais e o ecossistema escolar, proporcionando qualidade de vida dos alunos. O caminho metodológico compreendeu um levantamento bibliográfico, por meio da revisão narrativa e análise documental. A análise demonstrou: i) que a iniciativa Escola Sustentável produziu melhorias na qualidade de vida e maior compreensão de discentes, docentes e comunidade sobre os elementos que são essenciais para a conservação do meio ambiente e ii) que o ambiente das escolas sustentáveis promoveu uma maior integração entre as práticas realizadas nas escolas e o ambiente do entorno, abrangendo as comunidades em geral. Deste modo, almeja-se que os resultados encontrados nesta pesquisa sejam utilizados para desdobramentos em outros contextos de modo a orientar ações para a Educação Ambiental por meio das Escolas Sustentáveis.

Palavras-chave: Educação Ambiental. Práticas Educativas. Escolas Sustentáveis.

Abstract
Environmental education moved from naturalist-conservationist approaches to a socio-environmental vision, culminating in changes not only in the documents of environmental conferences but also in those that guide the work of schools. The present study aimed to examine the experiences of the Sustainable Schools Program implemented in the municipal network of Osasco (SP), João Pessoa (PB) and Sobral (CE) during the period in which the proposal of a new paradigm of education for sustainability in the country, between 2005 and 2014. The assumption that guided the research is that the integration of the physical space with the natural environment, democratic management and a curriculum related to the socio-environmental reality, aspects that define the Sustainable School, contribute for a better understanding of natural resources and the school ecosystem, providing quality of life for students. The methodological path comprised a bibliographic survey, through narrative review and document analysis. The analysis showed: i) that the Sustainable School initiative produced improvements in the quality of life and greater understanding of students, teachers and the community about the elements that are essential for the conservation of the environment and ii) that the environment of sustainable schools promoted a greater integration between practices carried out in schools and the surrounding environment, encompassing communities in general. Thus, it is intended that the results found in this research be used for developments in other contexts in order to guide actions for Environmental Education through Sustainable Schools.

Keywords: Environmental education. Educational Practices. Sustainable Schools.

Biografia do Autor

Erika Priscila Evangelista, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Curso de Ciências Biológicas. RJ, Brasil.

Licenciada em Ciências Biológicas (UERJ)

Telma Temoteo dos Santos, Universidade de Pernambuco, PE, Brasil

Doutora pelo Programa de Ensino em Biociências e Saúde (IOC-FIOCRUZ). Docente na educação básica e no ensino superior no Instituto Federal Norte de Minas Gerais (IFNMG). Docente e orientadora na Pós-Graduação lato sensu em Ensino em Biociências e Saúde (IOC-FIOCRUZ). Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos (LITEB-IOC-FIOCRUZ). temoteo.telma@gmail.com

Downloads

Publicado

2024-01-03

Como Citar

EVANGELISTA, E. P. .; SANTOS, T. T. dos. Escolas Sustentáveis e com Vida: Levantamento e Discussões das Práticas Ecopedagógicas Implementadas em Três Escolas Brasileiras. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, [S. l.], v. 24, n. 4, p. 667–675, 2024. DOI: 10.17921/2447-8733.2023v24n4p667-675. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/10121. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos