Autismo no Espaço Escolar: Reflexões Sobre a Ação do(a) Pedagogo(a) no Processo de Inclusão da Criança Autista

Autores

  • José Paulo de Sousa Universidade Federal Rural de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação em Língua Portuguesa, PE, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-3012-4499
  • Maria Nunes Ferreira Universidade Estadual de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação Pedagógica. PE, Brasil.
  • Débora Amorim Gomes da Costa-Maciel Universidade Estadual de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação Pedagógica. PE, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2023v24n2p322-325

Resumo

O autismo ou o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é diagnosticado através de análises que resultam nas alterações físicas e funcionais do cérebro, relacionando-se ao desenvolvimento motor, da linguagem e do comportamento, podendo ser diagnosticado em diversos níveis – do mais simples ao mais avançado – seja entre crianças ou adultos que executam seu convívio social em todos os locais – principalmente em ambiente escolar. Assim sendo, teve-se como objetivo geral, refletir sobre a importância da ação do pedagogo(a) no processo de inclusão do autista na escola. Desenvolveu-se uma pesquisa bibliográfica para gerar resultados para compreensão do tema em estudo, onde realizou-se estudos através de artigos científicos, dissertações e livros voltados ao tema. Diante disso, pode-se ter como resultado a compreensão de que o papel do pedagogo(a) em sala de aula ultrapassa as barreiras sociais, possibilitando um estudo mais direcionado as ações humanizadas entre o autista e os demais alunos(as). Contudo, para que o pedagogo e instituição de ensino possam cumprir um ensino eficaz com aplicabilidade da lei, requisitos metodológicos e melhores condições de convívio entre os públicos envolvidos, a participação dos pais e mães, amigos(as) e familiares devem prevalecer de forma efetiva nas ações escolares de inclusão, pois é através do respeito e humanização do convívio que o homem se reconhece como ser humano, e pode se respeitar entre os espaços e nas trocas de experiências, na convivência social que nasce das linguagens, conforme as necessidades.

Palavras-chave: Ensino. Isonomia. Transtorno do Espectro Autista.

Abstract
Autism or Autism Spectrum Desorder (ASD) is diagnosed through analyzes which result in physical and functional changes in the brain, relating to motor, language and behavior development, and it can be diagnosed at different levels - from the simplest to the most advanced ones - whether among children or adults who carry out their social life in all places - mainly at school environment. Therefore, the general objective was to reflect on the importance of the pedagogue's action in the process of including the autistic child in the school environment. A bibliographic research was developed to generate results for understanding the subject under study, where studies were carried out through scientific articles, dissertations and books focused on the subject. That said, there is the possibility to find as a result the understanding that the role of the pedagogue in the classroom goes beyond social barriers, enabling a more focused study of humanized actions between the autistic child and the other students. However, in order the pedagogue and educational institution can fulfill an effective teaching with applicability of the law, methodological requirements and better conditions of coexistence between the involved publics, the participation of the parents, friends and relatives must prevail in an effective way in school inclusion actions, since it is through respect and humanization of coexistence that people recognize themslves as a human beings, establishing respect among spaces and the exchange of experiences; also, social coexistence that is born of languages, according to ones needs.

Keywords: Teaching. Isonomy. Autistic Spectrum Disorder.

Biografia do Autor

José Paulo de Sousa, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação em Língua Portuguesa, PE, Brasil.

Mestrando em Administração pela Universidade Federal de Campina Grande (PPGA/UFCG - 2022). Graduado em Letras - Português pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), MBA em Finanças e Controladoria e Bacharelado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). Formado em Técnico em Administração de Empresas com ênfase em Gestão de Negócios pela Instituição Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI /PE). Participou da formação do Curso de Sistema para detecção do uso abusivo de substâncias Psicoativas: Psicanálise e distúrbios da mente por substancias químicas pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Mediador de Projetos Lúdicos na área de Língua Portuguesa para alunos do ensino Fundamental I e II. Atuou como bolsista pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Atua no desenvolvimento de pesquisas nas áreas de Sustentabilidade Empresarial, Finanças, Empreendedorismo, Inovação, e Práticas de Ensino na Formação Superior em EAD e Formação Profissional.

Maria Nunes Ferreira, Universidade Estadual de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação Pedagógica. PE, Brasil.

Professora de educação infantil, possuindo graduada em Pedagogia e Especialização em Psicopedagogia. Atualmente desenvolve pesquisa na área de educação especial com ênfase em crianças autistas. 

Débora Amorim Gomes da Costa-Maciel, Universidade Estadual de Pernambuco, Programa de Licenciatura e Formação Pedagógica. PE, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É Professora Adjunto no Curso de Pedagogia e atua como Professora Permanente e vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação (PPGE) da Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Mata Norte. É membro do Centro de Estudos em Educação e Linguagem (CEEL/UFPE) e coordena o Grupo de Pesquisa em Educação, Letramento, Oralidade e Alfabetização (ELOA), cadastrado no Diretório de Pesquisa do CNPq. Atualmente trabalha na área de Educação, com ênfase na didática do ensino da língua portuguesa, no contexto da educação básica.

Downloads

Publicado

2023-08-07

Como Citar

SOUSA, José Paulo de; FERREIRA, Maria Nunes; COSTA-MACIEL, Débora Amorim Gomes da. Autismo no Espaço Escolar: Reflexões Sobre a Ação do(a) Pedagogo(a) no Processo de Inclusão da Criança Autista. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 322–325, 2023. DOI: 10.17921/2447-8733.2023v24n2p322-325. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/9816. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos